ilustração de JP Veiga

JACKSON PEDROSA FRANCO
ESCRITOR

------------------------------------------------------------------------------

Email: jacksongara@hotmail.com
Estado: PE
Conheça mais sobre o autor em http://literaturagara.blogspot.com


------------------------------------------------------------------------------


Minibiografia


Sou natural de João Pessoa-PB e moro em Recife-PE há 51 anos. Fiz graduação em Economia na UFPE e exerço o cargo de Gerente Financeiro na Usivale – Usina Laranjeiras em Vicência – PE. Escrevo contos e poesias, tendo como primeira professora a Doutora em Literatura Comparada Monica Kalil Pires (do Rio Grande do Sul) e depois a professora e Consultora Editorial Paula Cajaty (do Rio de Janeiro).
Sites: http://sites.google.com/site/monicakalil/
http://www.paulacajaty.com/

------------------------------------------------------------------------------


Sobre as letras


Comecei a escrever em 2008 e sabem porque? Porque as pessoas leem muito pouco e por consequência, também escrevem pouco.
Sempre gostei muito de ler e de tudo: gibis, romances, novelas e até bulas de remédio (como todo bom hipocondríaco... risos), mas quando comecei a estudar como escrever, aí sim, eu descobri que escrever é mais prazeroso do que ler!
E fui descobrindo mais prazeres: conhecer gente do ramo, pessoas despojadas, eu diria até de certos materialismos, saber que meus textos são e serão lidos por várias pessoas, em especial as nossas crianças( que como sonho meu, elas leiam cada vez mais neste Brasil).
Estou com um Projeto Cultural em elaboração a partir de meu livro “Verdinha, a pequena cana-de-açúcar”, premiado pela FUNESC em 2011, que tentarei distribuir gratuitamente a escolas públicas como audiolivro e impresso em Braille na Zona da Mata de Pernambuco.
Dizem que escrever é cortar palavras e exemplificam assim: na feira, um vendedor colocou uma placa: “Vendo peixe fresco aqui” e um escritor cortou a palavra “Vendo”, porque quem está na feira é para vender, depois cortou “fresco”, porque ninguém quer vender peixe estragado e cortou “aqui”, já que o vendedor estava na feira. Resultado: a placa ficou apenas com a palavra “Peixe”.
Autores que gosto e tento aprender sobre as letras: Anton Tchekhov, Luiz Fernando Veríssimo, Machado de Assis, Thomas Mann.
Livro especial que recomendo: Para ler como um escritor, de Francine Prose.

------------------------------------------------------------------------------


Meu primeiro e-book de minicontos, editado pela Jaguatirica e à venda na Amazon.

Primeiro livro infantil e juvenil, pela Scortecci, à venda na Cultura.


***