ilustração de JP Veiga

LAURA BERGALLO
ESCRITOR

------------------------------------------------------------------------------

Conheça mais sobre o autor em http://www.laurabergallo.com.br


------------------------------------------------------------------------------


Quem sou eu?


Sou escritora e tenho quinze livros publicados (treze juvenis e dois infantis). Sou também jornalista, publicitária e editora de publicações médicas.
Meu livro “A Criatura” recebeu o Prêmio Adolfo Aizen/2006, da União Brasileira de Escritores, como melhor livro juvenil dos anos de 2004/2005.
Meu livro “Alice no Espelho” ganhou o Prêmio Jabuti-2007 na categoria livro juvenil e foi selecionado para participar da 44th Bologna Children’s Book Fair 2007.
Meu livro "Jogo da Memória" recebeu o selo Altamente Recomendável 2011 da FNLIJ e foi selecionado para a 48th Bologna Children's Book Fair.
Veja a lista completa de meus livros em http://www.laurabergallo.com.br

------------------------------------------------------------------------------


Sinopses de alguns dos meus livros


"Um Trem para Outro (?) Mundo" (infanto-juvenil) - Ed. Saraiva - 2002

Imagine uma sociedade sem crianças. Um surpreendente mundo onde as pessoas têm seus destinos manipulados por um pequeno grupo dominante e onde os interesses econômicos estão acima dos valores humanos.
A caminho do dentista com sua mãe, Elói não poderia imaginar a enrascada em que entraria. Depois de se perder nos túneis do metrô, ele se vê imerso numa aventura espetacular. Conhece uma realidade onde os bebês são criados em incubadoras, têm seu crescimento acelerado e só são libertados aos vinte anos de idade. É o projeto das Incubadoras de Crescimento, administrado pelo Dr. Maximus. Em Um Trem para Outro (?) Mundo, horror, ficção e aventura se misturam numa obra em que a vida imita a arte.

"A Criatura" (infanto-juvenil) - Edições SM – 2005- Prêmio da União Brasileira de Escritores / Adolfo Aizen 2006

Eugênio Klaus, 15 anos, arrogante geniozinho da Informática, tem seu passe precocemente disputado por empresas criadoras de games. Contratado pela Magnum Softwares, passa a trabalhar no projeto do cibertransporte, método que permite transportar o jogador desses games para dentro do mundo virtual.
Em casa, particularmente, trabalha na criação de um personagem de computador (“a criatura” do título), especialmente idealizado para testar os jogos que projeta.
Desafiado por sua própria criatura, Eugênio se vê disputando com ela, dentro do ambiente virtual, um jogo cujo tema é a mitologia grega. Heróis e monstros então se misturam, numa aventura cheia de suspense, através do jogo eletrônico que criador e criatura disputam, até seu surpreendente final.

"Alice no Espelho" (infanto-juvenil) - Edições SM – 2006 - Prêmio Jabuti 2007

Alice é uma adolescente cujo pai foi embora de casa quando ela ainda era pequena. Boas lembranças ficaram, entretanto. Como a leitura das obras de Lewis Carroll, Alice no País das Maravilhas e Alice Através do Espelho, que o pai lia pra ela todas as noites antes de dormir.
Agora, aos 15 anos, sem entender a ausência do pai e obcecada por aparência e magreza, Alice acaba por contrair anorexia, chegando ao ponto de ser internada inconsciente.
Durante seu coma, ela visita um mundo estranho, onde todas as pessoas são iguais e abrem mão de sua individualidade em nome de uma aparência padronizada, ditada pela mídia. Aos 16 anos, todos passam pela "transformação", processo médico-cirúrgico supostamente voluntário que os torna cópias dos modelos considerados ideais de beleza.
Mas nesse mundo ela também se torna amiga de Ecila, garota cabeça-feita que, por influência de seu pai considerado louco, recusa se submeter à tão desejada "transformação".
Para tentar ajudar a amiga, Alice vive uma aventura de perder o fôlego, e acaba compreendendo que ela própria precisa procurar ajuda para se curar, embora reconheça que o processo é doloroso e difícil.
O livro é resultado de extensa e cuidadosa pesquisa feita pela autora sobre a questão dos transtornos alimentares, terceira doença crônica mais comum entre adolescentes do sexo feminino (atingindo também os meninos) e cujo índice de mortalidade pode chegar a 20% dos casos, se constituindo na mais mortal das doenças mentais.

“A Câmera do Sumiço” - (infanto-juvenil) – Ed. DCL - 2007

É uma aventura passada às vésperas das eleições de 2006, sendo um dos primeiros livros para jovens a abordar, de forma direta e corajosa, assuntos como a corrupção na política, o desrespeito aos direitos do cidadão, a questão ética, o papel da imprensa na sociedade, a violência nas grandes cidades, a desordem urbana e os contrastes entre morro e asfalto na cidade do Rio de Janeiro, entre outros temas contemporâneos pioneiros na literatura juvenil.
Sinopse:
O dia era 14 de agosto. Clarice saiu da escola e desapareceu. Junto com ela estava Leandro, seu namorado. A polícia não encontrou nenhuma pista dos dois até que Maria Clara, irmã de Clarice, resolveu entrar em ação. Acompanhada de Maicon, um novo amigo que também teve o primo desaparecido, ela descobriu que outras pessoas também sumiram no mesmo dia. Qual seria a ligação entre tantos desaparecimentos?
A explicação está numa narrativa cheia de suspense que envolve uma cientista maluca, um perigoso ditador de um país estrangeiro e um político corrupto, entre outros personagens que frequentam o asfalto e a favela nessa história de temas tão contemporâneos.
Numa mistura de suspense e ficção científica, o livro traz elementos da realidade numa surpreendente e inesperada aventura.

"Operação Buraco de Minhoca" - (infanto-juvenil) – Ed. DCL – 2008

Uma aventura eletrizante que se passa entre presente e futuro e que aborda a complexa questão das mudanças climáticas e suas consequências para o mundo, mais especificamente para o Brasil. Utilizando fascinantes conceitos de Astrofísica e Cosmologia, e sempre de forma totalmente lúdica, a obra pretende motivar o jovem leitor a conscientizar-se da importância de seu engajamento nas questões do aquecimento global.
Sinopse:
Um buraco de minhoca pode ser a salvação do mundo!
Estamos em 2192, e o planeta terra está praticamente destruído. A única esperança é o Projeto Arca de Noé, idealizado por um milionário chinês, que pretende fundar uma nova humanidade num planeta distante.
Catorze jovens cuidadosamente preparados serão a semente dessa nova era no planeta Épsilon Eridani H, mas acontecimentos inesperados trazem algumas mudanças de planos.
É aí que entra a Operação Buraco de Minhoca, uma desesperada tentativa de salvar a vida no próprio planeta Terra. Através de uma viagem ao passado utilizando a Ponte de Einstein-Rosen (vulgarmente conhecida como “buraco de minhoca” e que vem a ser um túnel do tempo cuja possibilidade teórica é amplamente aceita pelos cientistas), a protagonista Mira sai do século XXII para visitar o Brasil de 2007 e aqui acaba descobrindo que o segredo é cada um fazer a sua parte.

"Supernerd - A Saga Dantesca" - (infanto-juvenil) - Ed. DCL - 2009

História de opostos que se atraem e se harmonizam, o livro é uma exaltação da beleza e da importância das diferenças, tendo como pano de fundo uma aventura movimentada e com toques de ficção científica. Grande parte da história se passa dentro de um videogame inspirado no “Inferno”, da “Divina Comédia”, de Dante Alighieri, que, embora escrito no século XIV, tem uma estrutura incrivelmente semelhante à dos videogames modernos.
Sinopse:
Bruno é um garoto louco por games. Mas nunca consegue vencer um campeonato. Até que cai nas mãos de um médico muito estranho, que está disposto a ajudá-lo a aumentar suas capacidades físicas e perceptivas, para enfim tornar-se um vencedor. Entretanto, a coisa é mais complicada do que parece, e o menino descobre que, na verdade, é cobaia de uma pesquisa surreal e só sobreviverá se conseguir enfrentar os Nove Círculos do Inferno, num game alucinante. É quando uma nova fase se inicia, e uma bruxa (ou um novo amor?) vai mudar os rumos dessa saga...

"Jogo da Memória" - infanto-juvenil - Escrita Fina Edições - 2010

Não havia quem vencesse o vô Pietro no jogo da memória. Lucca, neto querido e adversário constante, bem que se esmerava, mas o vô, um italiano muito atento e bem-humorado, era insuperável.
Quando Pietro ganhou o jogo da memória dos famosos mosaicos de Aquileia, cidade do Norte da Itália, Lucca deixou de ser apenas um adversário para se tornar também um confidente. O novo jogo evocou antigas lembranças do avô.
O neto passou a compartilhar com ele as recordações da descoberta do primeiro amor - la bella Giulia e os encontros furtivos em Aquileia - e da descoberta da primeira e instransponível grande dor - a guerra e suas profundas cicatrizes... Mas, depois de recordações tão intensas, o vazio se instalou.
As memórias do avô desapareceram. A medicina dizia que aquilo era obra do mal de Alzheimer, mas Lucca não aceitava: por que com vovô? Com a ajuda da internet e de dois primos seus, Gabriela e Rafael, ele se envolve em um confronto perigoso com uma organização criminosa que poderá ser, na verdade, a grande culpada pela perda da memória de seu avô e de muitas outras pessoas.

"Dom Quixote de La Plancha" - infanto-juvenil - Escrita Fina Edições, 2011

Hoje tem marmelada? Tem, sim, senhor. Hoje tem goiabada? Tem, sim, senhor. Hoje tem Dom Quixote de La Plancha? (silêncio).
Estamos no gran Circo Cervantes, que ajudou a escrever a história do circo no Brasil. Dom Quixote de La Plancha é Jean Alonso Leblanc Saavedra, equilibrista dos melhores com apenas 15 anos. Sua vida acaba de despencar: ele caiu de cima de uma pilha de quatro pranchas do seu rola-rola. Ohhhhh!!!!!, exclama o público.
Dom Quixote, para tentar conquistar sua Dulcineia, a bailarina Luciana, se arriscou demais e... falhou.
Com a queda ele rompeu o rim, o único que tinha, e agora, à espera de um transplante, está impossibilitado de seguir com o circo. Então, faz apenas o que lhe restou fazer: ele sonha, sonha com sua liberdade.
Um livro sobre surpresas. Aquelas surpresas que nos atordoam e nos deixam sem chão, mas que nos ensinam que há sempre outros caminhos além daqueles a que já estamos acostumados.

"Teclando com o Além - O Xamado" - infanto-juvenil - Vida & Consciência, 2011

Leonardo e seus três amigos estão teclando no MSN quando um quinto elemento aparece de forma inesperada e começa a participar do assunto. Seu nome é José Eleutério, um morto considerado suicida e que precisa de auxílio para desvendar a verdadeira causa de sua morte. A princípio, a certeza do garoto é de que esse misterioso personagem não passa de um hacker querendo dar um golpe.
Mesmo percebendo que o tal “espírito” tem muito conhecimento sobre assuntos particulares de sua família, Leo continua duvidando de que se trate mesmo de um fantasma. Assim, muito irritados com essa “assombração do MSN”, ele e seus amigos começam a investigar a história e se arriscam atrás de pistas, vivendo uma aventura ao mesmo tempo aterrorizante e divertida, com toques de romance sobrenatural.
Alternando o discurso coloquial característico dos adolescentes com a linguagem usada por eles no programa de mensagens instantâneas MSN, a autora narra uma história engraçada, empolgante e superatual, que mistura fantasmas e tecnologia, e que prende o leitor até o surpreendente final.
Como apêndice do livro, um "Pequeno Glossário de Internetiquês" traduz os termos e abreviações comumente usados pelos jovens em bate-papos pela Internet.

"Cibermistérios e Outros Horrores" - juvenil (contos) - Editora Rocco, 2011

O horror é mais horrível quando está perto. O medo é mais amedrontador quando mora ao lado. E é por isso que este livro é apavorante.
São sete contos de mistério e assombro que poderiam acontecer com qualquer um. Com qualquer um que tenha contato com os gadgets tecnológicos que hoje fazem parte da nossa vida. Com qualquer um que tenha perfis em redes sociais, que use dispositivos de GPS, que tire fotos com câmeras digitais, que se divirta com videogames, que leia livros em leitores eletrônicos, ou mesmo que apenas use um já bem datado aparelho de fax.
‘Cibermistérios e Outros Horrores’ fala de um terror cotidiano, multimídia, ao alcance de um simples clique. E associa o sobrenatural e o inexplicável à aparente racionalidade da moderna tecnologia, dando um upgrade nos castelos mal-assombrados e nos fantasmas que arrastam correntes. Quem se atreve a fazer login?


------------------------------------------------------------------------------


"Alice no Espelho" ganhou o Prêmio Jabuti 2007, entregue em São Paulo (SP)

Capa de "Supernerd - A Saga Dantesca" (DCL, 2009)

Capa de "Jogo da Memória" (Escrita Fina, 2010)

Capa de "Dom Quixote de La Plancha" (Escrita Fina, 2011)

Capa de "O Filho do Reno" (reconto da lenda germânica de Siegfried, Escrita Fina, 2013)


***