ilustração de JP Veiga

MáRCIA LEITE
ESCRITOR

------------------------------------------------------------------------------

Email: marcialeite@uol.com.br
Estado: SP
Conheça mais sobre o autor em http://www.marcialeite.com.br


------------------------------------------------------------------------------


vida de escritor é uma história de verdade


Nasci, cresci e construí minha vida pessoal e profissional na cidade de São Paulo. Comecei a escrever na minha adolescência e a publicar “de verdade” há quase 25 anos. Hoje são muitos os títulos infantis e juvenis publicados por diversas editoras e todos eles procuram, cada um do seu jeito, enfocar a importância dos relacionamentos. Eu gosto muito de gente. Gosto muito de me colocar no lugar das pessoas. Gosto de ler e de escrever sobre coisas que acontecem com todo mundo. Dizem que isso se chama empatia.
Alguns de meus livros infantis, como Lunetando, A tartaruga e a boneca, Historinhas bem..., Eu sou assim, viu?, É muito pouco, Era uma vez três e o encanto se desfez focalizam, por exemplo, o cotidiano das crianças urbanas, a importância do imaginário e das relações familiares. Já alguns títulos juvenis, como Qual é a minha?, Depois que você morreu, Nosso Filme, Não é bem assim, As extraordinárias Aventuras de Júlio exploram as descobertas e angústias do adolescer, problematizando questões pertinentes à realidade e às fantasias dos jovens, como: vínculos familiares, apaixonamento, exclusão, gravidez, uso de drogas, homossexualidade, morte, entre outros.
Ganhei o Prêmio Nestlé de Literatura Brasileira, na categoria juvenil, com o livro Aqui entre nós, que tem como protagonista um adolescente “cadeirante”. A obra também recebeu o selo Altamente Recomendável para Jovens pela FNLIJ e foi traduzida para o alemão pela Editora Esslinger.
Para a televisão escrevi roteiros de teatro e contos para o programa Bambalalão, da TV Cultura. Também sou educadora e autora de coleções didáticas na área de Língua Portuguesa.
A importância dos relacionamentos, dos afetos e das transformações são temas sempre presentes em tudo o que escrevo, por isso meus personagens são crianças ou jovens muito parecidos com meus leitores.



------------------------------------------------------------------------------


títulos publicados


A BARRIGA - INFANTIL Editora Melhoramentos 1986

LUNETANTO – INFANTIL Editora Scipione 1989

QUAL É A MINHA? – JUVENIL Editora Scipione 1989

ENFIM SÓS! – JUVENIL Editora Scipione 1991

PAI E FILHO (EM COLETÂNEA) Editora Atual 1992

AS CEREJAS (EM COLETÂNEA) Editora Atual 1992

NUNCA VIU, NÃO ? – JUVENIL Editora Atual 1993

ENTRE PARENTES – JUVENIL Editora Atual 1994

MINHA AVÓ ERA UMA BRUXA – INFANTIL Editora Scipione 1995

NOSSO FILME (EM PARCERIA COM LEONARDO CHIANCA) – JUVENIL
Editora Scipione 1995

AQUI ENTRE NÓS – JUVENIL Editora Ática 1996

MUITO PRAZER, PAI – INFANTIL Editora Formato 1998

DEPOIS QUE VOCÊ MORREU – JUVENIL Editora Moderna 1999

DROGAS (EM PARCERIA COM LEONARDO CHIANCA) Editora Ediouro 2000

ENQUANTO MEU AMOR NÃO VEM (EM COLETÂNEA) Editora Saraiva 2001

NÃO É BEM ASSIM: CONTOS DE DÚVIDAS E DECISÕES – JUVENIL
Edições SM 2005

É MUITO POUCO – INFANTIL Editora Positivo 2008

EU SOU ASSIM, VIU? - INFANTIL Editora Formato 2008

A TARTARUGA E A BONECA – INFANTIL Editora Autêntica 2008

AS AVENTURAS EXTRAORDINÁRIAS DE JÚLIO – JUVENIL - Escala Educacional 2008

ERA UMA VEZ TRÊS E O ENCANTO SE DESFEZ – CONTOS MARAVILHOSOS DO BRASIL Escala Educacional 2008

DONS ESPECIAIS, FEITIÇOS QUEBRADOS E CASAMENTOS REAIS- CONTOS DE FADAS MARAVILHOS Escala Educacional 2008

HISTORINHAS BEM....MENTIROSAS ( EM PARCERIA COM CAIO RITER) - INFANTIL
Escala Educacional 2008

HISTORINHAS BEM.... ASSUSTADORAS ( EM PARCERIA COM CAIO RITER)
Escala Educacional 2008

HISTORINHAS BEM....ASQUEROSAS ( EM PARCERIA COM CAIO RITER)
Escala Educacional 2008

HISTORINHAS BEM.... APAIXONADAS ( EM PARCERIA COM CAIO RITER)
Escala Educacional 2008

A MENINA SEREIA - Editora Positivo - 2009

------------------------------------------------------------------------------


eu bem que queria ser tão charmosa quanto a moça da escultura...


***