ilustração de JP Veiga

FABIO MACIEL
ESCRITOR E ILUSTRADOR

------------------------------------------------------------------------------

Email: foliveiramaciel@gmail.com
Estado: RJ
Conheça mais sobre o autor em www.fmaciel.com


------------------------------------------------------------------------------


Bio


Fabio Maciel nasceu no Rio de Janeiro, em 1978. Formado em História e Biblioteconomia e mestre em Memória Social pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Editou fanzines no selo Tytyvyllus Publicações. Ilustrador e escritor, colaborou com imagens, contos e poemas em antologias, revistas e páginas de internet. O primeiro livro que ilustrou foi O menino, o bilhete e o vento (Bambolê, 2015), selecionado para o Catálogo Literário Autorias da Diversidade de Belo Horizonte. É autor de Haicobra (Bambolê, 2017), livro de poesia inspirados em haicais. Também em 2017, ilustrou A princesa maravilha (Kimera). Atualmente, desenvolve projetos em parceria com o Estúdio Varal Editorial.
É associado à AEILIJ desde 2015.

------------------------------------------------------------------------------


Prêmios, selos, etc.


* "A princesa Maravilha..." - Prêmio Seleção Cátedra Unesco de Leitura PUC-Rio (Rio de Janeiro, 2017).
* "O menino, o bilhete e o vento" - Selo Catálogo Literário Autorias da Diversidade 2015/2016 (Minas Gerais, 2015).

------------------------------------------------------------------------------


Contato


www.fmaciel.com
foliveiramaciel@gmail.com
www.facebook.com/folmaciel
21 99998-3150

------------------------------------------------------------------------------


A princesa Maravilha ou de como uma ervilha incômoda provocou um final feliz. de Cristina Villaça (txt) e Fabio Maciel (ilustras). Niterói: Kimera; Selo Artescrita, 2017

Haicobra, de Fabio Maciel (txt) e Márcio Sno (ilustra). Rio de Janeiro, Bambolê, 2017.

Histórias no prato (org. Cristina Villaça). Rio de Janeiro, AEILIJ, 2017.

O menino, o bilhete e o vento, de Ana Cristina Melo (txt) e Fabio Maciel (ilustras). Rio de Janeiro: Bambolê, 2015


***